OIA - Organización Internacional Agropecuaria | Servicio Internacional de Certificación
OIA - Organización Internacional Agropecuaria | Servicio Internacional de Certificación OIA - Organización Internacional Agropecuaria | Servicio Internacional de Certificación

Alimentos Argentinos

O Programa “Alimentos Argentinos, una Elección Natural” (“Alimentos Argentinos, uma Escolha Natural) tem como objetivo a diferenciação de produtos identificados através de uma marca país e consiste em um selo fornecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca.



O Selo pondera a ampla variedade de alimentos argentinos que são valorizados e demandados por clientes e consumidores em todo o mundo por seus atributos, autenticidade e originalidade, vinculados à origem das matérias-primas, às práticas de elaboração, a seus sistemas de seguro, e aos fatores culturais e sociais.

Quais são as vantagens que ele tem?
Identifica os alimentos de qualidade e seus atributos sob uma imagem nacional, possibilitando seu posicionamento, colocação e comercialização tanto no mercado doméstico como no internacional. O Selo agrega valor ao produto respondendo às exigências dos clientes e consumidores.

Quem é que pode obter a certificação?
O Programa é ideal para aquele produtor e/ou elaborador argentino que deseje garantir os atributos diferenciais de qualidade de seus produtos alimentícios.
Pode ser solicitado por toda pessoa física ou jurídica, que seja produtor, empresa produtora e/ou elaboradora de alimentos no território argentino, e que cumpra com as Boas Práticas Agrícolas (BPA), de Manufatura (BPM) e/ou o Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (HACCP), conforme corresponda ao Protocolo de Qualidade.

Como é o processo de obtenção do Selo Alimentos Argentino?
  1. O processo começa quando o produtor e/ou elaborador argentino de alimentos se reúne com a OIA para apresentar seu projeto e verificar a existência de um protocolo de qualidade que se ajuste a seus produtos. Caso não exista protocolo para o produto em questão ele será elaborado e deverá ser oficializado pelo Ministério da agricultura, Pecuária e Pesca (MinAgri).
  2. Passo seguinte: o produtor apresenta a solicitação junto ao MinAgri. Depois de encerrado o intercâmbio de documentação e informação, a OIA (certificadora habilitada) audita o respectivo Protocolo de Qualidade, determinando seu cumprimento para a cessão do Selo. A OIA entrega o relatório da auditoria ao produtor e/ou elaborador para que este o apresente no MinAgri e assim continue com o processo de obtenção do Selo.
  3. Finalmente, em ausência de não-conformidades, o MinAgri concede o Selo “Alimentos Argentinos, una Elección Natural” ao solicitante para ser utilizado no produto. Devem ser realizadas um mínimo de quatro auditorias durante o prazo de vigência (dois anos) do contrato de cessão do uso parcial do Selo.