OIA - Organización Internacional Agropecuaria | Servicio Internacional de Certificación
OIA - Organización Internacional Agropecuaria | Servicio Internacional de Certificación OIA - Organización Internacional Agropecuaria | Servicio Internacional de Certificación

HACCP

HACCP (Hazard Analysis and Critical Control Points) é um sistema de gestão da inocuidade dos alimentos, que implica monitorar os pontos críticos de controle, identificados no processo de elaboração para reduzir o risco de separações que poderiam afetar a segurança alimentar.

Envolve a identificação, avaliação, gestão e controle dos perigos físicos, químicos e biológicos com o decorrer do processo produtivo. HACCP foi normalizado pela Comissão do Codex Alimentarius da FAO, e foi incorporado como princípio geral na legislação da UE.

Quais são as vantagens?
  • Diferenciação. Ao ser um sistema internacionalmente reconhecido potencia a imagem institucional, sendo a chave de entrada a mercados externos. Ao mesmo tempo, assegura maior satisfação do cliente.
  • Segurança. É garantia de inocuidade alimentar e, portanto, elimina ou diminui a níveis aceitáveis os perigos físicos, químicos e biológicos.
  • Eficiência. No manejo de recursos e nos custos por destruição de produto ou reclamações e/ou recuperação de mercadoria.
  • Eficácia organizacional. Desenvolve-se uma metodologia de trabalho que envolve toda a cadeia de produção, melhorando a comunicação entre as diferentes áreas da organização.

Pré-requisitos para a HACCP (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle)
Deve ser considerada a implantação de BPM (Boas Práticas de Manufatura), POES (Procedimentos Operacionais Padronizados de Saneamento) e MIP (Manejo Integrado de Pragas), como pré-requisitos para a certificação HACCP.

Como é o processo de certificação de HACCP?
  1. Começa quando o elaborador se reúne com a OIA para apresentar seu processo de elaboração.
  2. Diante da solicitação de certificação e assinatura de contrato, realiza-se o intercâmbio de documentação e informação requerida pelo Programa HACCP.
  3. Depois de realizar a auditoria, prepara-se um relatório do qual podem, ou não, surgir não-conformidades. O cliente conta com a certificação HACCP de seu processo de elaboração, depois de um relatório positivo com ausência de não-conformidades.
  4. Finalmente, é reiniciado o ciclo para a supervisão.